Como você lê um livro


Todos nós temos o nosso próprio jeito de ler um livro. Nele, moram hábitos, pra não dizer manias, que falam muito sobre nós mesmos e sobre o que buscamos com a leitura.


Vou deixar algumas perguntas pra você. Não é uma pesquisa, é só um convite para refletirmos sobre esse hábito tão rico e pessoal.

  1. O que faz você escolher um livro?

  2. Você prefere o livro físico ou digital?

  3. Qual o seu gênero preferido?

  4. Com o que você marca a última página que você leu? Ou você nem chega a marcar porque lê tudo de uma vez?

  5. Você costuma fazer anotações ou acha um crime marcar um livro?

  6. Você marca as páginas que você achou mais interessantes? Como?

  7. Você posta nas redes sociais os seus trechos preferidos? Ou escreve-os em um caderno?

  8. O que você faz primeiro quando começa a ler um livro? Lê a contracapa? Pesquisa sobre o autor?

  9. Em que período do dia você se entrega à leitura?

Existem hábitos antigos e engraçados como dobrar a orelha do livro, molhar os dedos com a língua ao folheá-lo, guardar flores e cartões com alto sentimento agregado dentro de livros (esse hábito é bem fofo).


Hoje já existem livros onde você pode fazer anotações sobre cada livro que leu, uma espécie de diário de leituras. Bacana também para dar de presente.


Agora vou falar um pouco dos meus hábitos em relação a leitura e a escolha de um livro.


Eu gosto de ler um livro no menor tempo possível, de preferência no mesmo dia. Nem sempre consigo e vejo que, quando demoro muito pra acabar a leitura, é porque não existiu conexão, não me identifiquei com o estilo de escrita do autor ou porque eu tinha outras expectativas quanto ao conteúdo do livro. De qualquer forma, fica um gostinho de frustração no ar. Mas tudo bem.

Uma coisa bem interessante que acontece comigo é que eu raramente escolho os livros que leio, eles é que me escolhem. Eu ganho ou alguém me indica com uma insistência que me chama a atenção. Geralmente é assim, meio mágico. Eu amo isso!

Por esse motivo, não costumo escolher gênero. Mas gosto muito de ler histórias de vida, em forma de biografias, crônicas e técnicos também, no meu caso, sobre o próprio ato de escrever.


A minha maior expectativa quando leio um livro é que ele me traga ideias, novas perspectivas e me tire do lugar, do que eu já sei e do que eu já senti. Só isso e tudo isso!

Comecei, recentemente, uma coleção de marcador de páginas, imitando a minha cunhada. Acho lindo fazer coleção, mas, desde os papéis de carta, não tinha vontade de ter uma coleção pra chamar de minha.

Eu, às vezes, posto alguns trechos de livros nas minhas redes sociais, não só pra comunicar que estou me atualizando, mas também pra interagir com as pessoas. É muito bom trocar ideias sobre as nossas leituras, não é?


E você, me conta quais são seus hábitos de leitura. Vou adorar saber!

 (51) 99240.1288

cinthiadallavalle

Copyright© 2017