Como encontrar a sua voz na escrita


Todo mundo quer criar conteúdo e construir a sua marca, não é? Mas poucos conseguem se diferenciar, afinal, é difícil encontrar a própria voz, aquela que fala como nós falamos em casa, sem filtros ou regras.

A sua voz na escrita é o seu ouro que ninguém pode roubar de você. É o COMO você comunica o seu PORQUÊ. É poético mesmo, mas exige que você cave bem fundo, lá onde você guarda os seus tesouros, sabe?


1. Reencontre-se com suas histórias

Você não precisa criar histórias para se conectar com as pessoas, você precisa reencontrá-las. Sempre falo da linha do tempo, porque ela ajuda a visualizar os principais acontecimentos da sua vida. 

Mas, além dela, esteja atento às suas lembranças mais bonitas, aquelas que emocionam e transformam de alguma forma. Lembranças de alguém, de uma situação, de um hábito, de um gesto. Anote tudo e vá usando no seu dia a dia, seja como força, como carinho ou como escritos.


2. Não se envergonhe se sua voz for diferente

A diferença pode aproximar mais do que você imagina. O que é diferente em você é o que te torna único, mas é também o que aproxima de quem tem experiências ou jeitos parecidos.

Se a sua voz, seu jeito de falar ou escrever forem diferentões, comemore e use isso a seu favor. 


3. Comece a escrever

Não espere encontrar a sua voz para começar a escrever. Ela te encontra no caminho. O ato de escrever é revelador, portanto, comece sem grandes pretensões e vá descobrindo a sua voz e o seu porquê no seu tempo e do seu jeito.


4. Inspire-se, mas crie um caminho só seu

Você precisa de luz para construir o seu caminho na escrita, por isso, absorva todas as inspirações possíveis, mas crie um caminho só seu, único, sem cópias. 


Depois que você encontrar a sua voz, tome coragem e mostre-a para o mundo!

 (51) 99240.1288

cinthiadallavalle

Copyright© 2017