Merdinha! Você já está no palco


Se você já se apresentou alguma vez, seja no teatro, dançando ou até mesmo na escola, já deve ter escutado essa palavra antes de entrar em cena. “Merdinha” significa “Boa sorte” e é trocada carinhosamente entre as pessoas que vão se apresentar.


Mas essa energia boa que mistura nervosismo, expectativa e adrenalina só é sentida por quem se desafia a subir no palco quando as cortinas se abrem, quem se mostra, mesmo com seus defeitos, quem dá a cara a tapa, como dizem.


E quem prefere ficar nos bastidores da vida, sendo espectador, como falei em outro artigo, mal sabe que já está se apresentando há muito tempo. Mesmo achando que está longe do palco e dos olhares diretos das pessoas, o espectador sempre comunica a que veio.


As pessoas o veem como alguém que não sabe ainda o que quer ou inseguro. Nada errado em ser ou estar assim, mas, dessa maneira, pouca gente vai saber o básico sobre você, começando pelo o que você faz e oferece.


Pode parecer estranho para alguns profissionais, mas tem muita gente ainda que não sabe como contar aos outros o que faz. Existem negócios mais complexos, soluções que exigem uma apresentação mais detalhada, mas, independentemente de qualquer um desses fatores, você precisa ter na ponta da língua o que oferece ao mundo.


Pitch de apresentação, discurso, chame como quiser, mas comece a pensar como você pode falar aos outros sobre o seu trabalho, de uma forma clara e rápida. Não tenha vergonha de treinar sozinho ou com pessoas de sua confiança. O que funcionou no meu caso foi gravar vídeos com o celular. Percebi que eu repetia algumas palavras e falava muito rápido. Assim, consegui corrigir algumas coisas.


O importante é você se sentir seguro e preparado. O que for necessário para chegar nesse objetivo, está valendo.


Lembre-se de falar o que você faz, os resultados que você oferece e os seus diferenciais, mas não demore muito tempo no “como”, a não ser que perguntem a você os detalhes.


Outra dica importante é: comece pela sua família e parentes. Pasmem, mas muitos profissionais não deixam claro para a própria família o que fazem, especificamente. Convenhamos que é muito mais fácil que a sua família o indique para os outros do que desconhecidos, certo? Mas, para isso, ela precisa saber, em detalhes, o que você faz profissionalmente.


Aproveite qualquer oportunidade de falar ou demonstrar os seus serviços, sem ser chato, claro. Você é e sempre será o seu maior vendedor! E esqueça aquelas crenças de que você nunca soube vender.

Todos nós podemos aprender a vender e, acredite, não é tão complicado como nos fazem acreditar.


Vender bem é, basicamente, se colocar no lugar do outro e saber ouvir. Tenho certeza que você também vai conseguir.


Para finalizar por aqui, lembre-se de que, mesmo se escondendo nos bastidores, você já está se apresentando.


Merdinha!

 (51) 99240.1288

cinthiadallavalle

Copyright© 2017