Como impedir que a ansiedade desvie você do seu propósito


Você tem um plano e sente que está no caminho para realizá-lo. Você sabe que cada passo é importante, por menor que ele seja, que cada atitude tem valor e que cada avanço nesse caminho é determinante. Até aí tudo bem.


Mas aí vem a ansiedade e faz tudo isso parecer besteira e tempo perdido, afinal, você ainda não atingiu seu objetivo/meta/sonho/plano e não aguenta mais ficar do jeito que está hoje.

A ansiedade parece inofensiva, mas pode fazer você desistir, em apenas um minuto, de tudo o que você realizou até aqui. Sabe aquela imagem clássica do anjinho e do diabinho falando nos ouvidos de uma pessoa?

Eu vejo a ansiedade como o diabinho, falando coisas do tipo: “Você tem certeza de que é esse o caminho?”; “Você não fez nada de importante até agora”; “Você não acha que esse sonho é grande demais?”; “Acho melhor você desistir antes de passar vergonha, hein!”. E por aí vai.


Para evitar que essa monstrinha acabe com as chances de realizações na sua vida, você primeiro deve identificar as situações em que ela aparece. Por exemplo: quando você tem que tomar decisões importantes, quando você se expõe, quando surgem dificuldades no caminho, enfim, o importante é enxergar e reconhecer a ansiedade para aprender a lidar com ela.


A partir desse reconhecimento, começa o exercício de se impor contra ela, mesmo sabendo que ela dificilmente vai desaparecer completamente da sua vida. Mas, à medida que você vai enfrentando-a, os seus sonhos e planos vão passar mais facilmente por esse obstáculo, sem desviarem do caminho.

Com base nas minhas próprias experiências com a ansiedade, aprendi algumas estratégias para lidar com ela sem que ela atrapalhe tanto os meus planos. Confesso que não é fácil, mas essa tarefa vai ficando mais leve com o tempo, juro.


7 Estratégias contra a ansiedade:


1. Pare para reconhecer o que você realizou até aqui, o quanto você cresceu e se desenvolveu nesse período e o quanto você está feliz por isso. A pressa da ansiedade não deixa você ver os êxitos do caminho, só faz você enxergar a grande meta e que ela ainda não foi alcançada como planejado.

Deixe sempre na geladeira uma champanhe pra comemorar as pequenas vitórias. Comemorar alimenta o sonho e dá motivação para continuar.

2. Não deixe a força que você precisa nas mãos, ou melhor, na boca dos outros. Quantas vezes você falou dos seus planos, sonhos e realizações para alguém e, dependendo da reação e opinião dessa pessoa, você mudou ou desistiu deles? É claro que a opinião dos outros, principalmente dos mais próximos, é importante, mas não pode determinar os seus passos e colocar à prova a sua força para seguir no caminho.


3. Cuidado com os prazos e metas mirabolantes que a ansiedade impõe. Como já falei, ela tem pressa e não respeita o tempo que você realmente precisa para chegar lá. Metas grandes para um tempo curto demais só levam a frustração e ao consequente abandono do seu sonho e, pior ainda, do seu propósito.


4. Não deixe que os exemplos de quem chegou lá se transformem em intimidação. Muitas vezes, analisando a concorrência, a minha cabeça automaticamente me dizia: “se já tem gente se dando bem nisso, você já está atrasada. Nem comece.” Ao invés de me incentivar, esses exemplos me paralisavam. O melhor a fazer é aprender com eles e se motivar com o sucesso de quem já conseguiu.


5. Evite pensamentos que te levem a acreditar que essa é a sua última chance para fazer o seu plano dar certo ou que esse é o plano definitivo da sua vida. Frases do tipo “é agora ou nunca” e “é tudo ou nada” são típicas da ansiedade e só a alimentam. Independentemente da sua idade e situação atual, você tem tempo de realizar seus sonhos, não entre nessa, combinado?


6. Escute as palavras de apoio de quem está ao seu lado nessa jornada. Muitas vezes, estamos tão focados nas dúvidas e angústias que a ansiedade traz que não conseguimos absorver mais nada, nem sequer palavras de apoio e incentivo. Essa pessoa que está falando coisas positivas pra você é representada por aquele anjinho que está tentando ganhar do diabinho, lembra?


7. Procure ajuda especializada se você sentir que não consegue mais sozinho. Essa luta é diária e nem sempre conseguimos ganhar sem auxílio. Terapia e Yoga são algumas opções. A Yoga, por exemplo, ajuda a focar no presente e a viver plenamente o hoje. No meu caso, busquei a terapia, que significou menos tempo de vida desperdiçado com dúvidas e angústias.


Nunca é tarde para voltar ao caminho ou iniciar um novo. Acredite!


Boa sorte na sua luta!

 (51) 99240.1288

cinthiadallavalle

Copyright© 2017